Viagens do Lula: balança comercial alcançou o maior superávit da história

Efeito Lula: balança comercial alcançou, apenas em setembro, o maior superávit da história, recorde de 8,9 BILHÕES DE DÓLARES; acumulado de Janeiro a Setembro é 71,3 Bilhões de Dólares, o maior de todos os tempos

Em mais um gigantesco resultado positivo do Governo Lula, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 8,9 Bilhões, apenas no mês de setembro, conforme divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), no último dia (2), de outubro.. O valor é RECORDE para o mês na série histórica, iniciada em 1989. Até então, a maior marca para setembro havia sido registrada em 2020, em  US$ 5,8 Bilhões.

De acordo com a pasta, as exportações avançaram 4,4% na comparação com o mesmo mês de 2020, ao mesmo tempo em que as compras do exterior tiveram queda de 17,6% nessa comparação.

Foi registrado recorde também no acumulado do ano, de JANEIRO a SETEMBRO: o superávit foi de US$ 71,3 Bilhões, valor que representa um aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o saldo positivo foi de US$ 47,41 bilhões. Até então, a maior cifra havia sido registrada em 2020 (+US$ 56,43 bilhões).

Conforme o ministério, as exportações brasileiras somaram US$ 253 bilhões no acumulado do ano — aumento, pela média diária, de 0,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 181,7 bilhões — queda de 11,3%.

O vice-presidente e titular do MDIC, Geraldo Alckmin, comemorou mais esse avanço na economia, que é fruto, em grande parte, da política externa liderada pelo presidente Lula, marcada por diversos acordos comerciais com outros países e pela abertura de novos mercados para os produtos brasileiros no exterior.

EM TEMPO: A partir destes resultados, o MDIC elevou a projeção para o saldo positivo do ano de 2023, que passou de US$ 84,7 Bilhões para US$ 93 Bilhões. Se confirmado, esse valor será o MAIOR RECORDE DA HISTÓRIA DO BRASI.

E MAIS: até então, o maior superávit anual já registrado foi em 2022, no valor de US$ 61,52 Bilhões.

PRA FECHAR: exportações. De janeiro a setembro, os principais produtos exportados foram:

– Soja: US$ 45,61 bilhões, com alta de 10,5% sobre o mesmo período do ano passado

– Óleos brutos de petróleo: US$ 29,68 bilhões, com queda de 2,2%

– Minério de ferro: US$ 21,64 bilhões, com queda de 5,4%

– Açúcares e melaços: US$ 10,19 bilhões, com alta de 38,8%

– Farelos de soja: US$ 9,29 bilhões, com elevação de 9,1%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos