PT incorpora tarifa zero no transporte público como bandeira nacional

Em decisão aprovada, o Diretório Nacional do PT elegeu a Tarifa Zero como uma das bandeiras do partido que será levantada no processo eleitoral de 2024

Defendida pelo Secretário Nacional de Comunicação do PT, o deputado federal Jilmar Tatto, desde 2020, quando foi candidato a prefeito de São Paulo, a proposta chegou a ser vista com bons olhos pela equipe de transição no Governo Lula, e visava criar condições para que o poder público possa implementar modelos de gratuidade, de acordo com suas características.

“80% das pessoas moram nas cidades. Os candidatos que não falarem de saneamento, habitação e mobilidade estarão fadadas ao fracasso. Se a gente não se apropriar e defender a Tarifa Zero e o investimento em ônibus elétricos, metrô e trem, a direita poderá se apropriar. Tanto é que temos diversos prefeitos de direita que já discutem e querem implantar a medida em suas cidades”, afirma o petista, em matéria publicada na Folha de São Paulo.

Segundo levantamento da NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), divulgado em abril de 2023, 74 cidades implantaram a Tarifa Zero em seus sistemas de transporte. Sendo que em 67 cidades adotaram a gratuidade universal.

“O PT já colocou a Tarifa Zero como uma bandeira importantíssima para defendermos nas eleições municipais e no Brasil. Como foi no passado a defesa do SUS e educação integral”, conclui o dirigente.

Ex-secretário municipal de Transportes de São Paulo, Tatto defende a criação de um sistema integrado de mobilidade, a exemplo do SUS com a saúde, em que o governo federal possa enviar recursos para ajudar as cidades a melhorar a estrutura de transportes. Esse sistema incluiria a adoção de tarifa zero.

Em São Luís, o município já subsidia cerca de 10% da tarifa pública do transporte coletivo. Ano passado, recursos para subsidiar a gratuidade de idosos com 65 anos ou mais foram enviados pelo Governo Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos