Movimento de Brandão em criar ZPE na Região Metropolitana de São Luís vai “reviver” o Porto do Itaqui 

Movimento de Brandão em criar ZPE na Região Metropolitana de São Luís vai “reviver” o Porto do Itaqui 

Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza (CE), Paranaíba (PI) e Barcarena (PA), estavam há anos, sitiando a região portuária do Itaqui, capitando investimentos que a longo prazo poderia transformar o Itaqui, numa espécie de “Porto Fantasma”, uma vez que estas três cidades já tem criadas e com investimentos públicos e privados em nível internacional, as suas Zonas de Processamento de Exportação – ZPE. Estas três Zonas Aduaneiras, são estratégicas e muitos próximas à região portuária do Itaqui, que em curto prazo a nossa região portuária seria desprezada em segundo plano.

Com o projeto apresentado pelo Governo do Maranhão, pelo próprio Governador Carlos Brandão, ao Vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, com o pedido de implantação junto à Secretaria Executiva do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação. A ZPE Maranhão será realidade e este movimento vai gerar investimentos inimagináveis ao estado.

A ZPE Bacabeira trará oportunidades únicas de uma área de livre comércio no Maranhão, incluindo localização geográfica estratégica, 8 milhões de metros quadrados para a instalação de indústrias de transformação, proximidade em cerca de 60 quilômetros, via BR 135, ao Porto do Itaqui, ao Aeroporto, ferrovia com ramal de acesso até a região portuária, e a possibilidade de geração de 30 mil empregos diretos e indiretos aos maranhenses.

A reunião entre o governador do Maranhão, Carlos Brandão e Geraldo Alckmin, foi acompanhada pelo ex-governador do Maranhão, José Reinaldo, que foi um dos maiores entusiastas e coordenou todo este processo para que este momento pudesse vir a ser concretizado.

Os movimentos que Brandão está fazendo são os mais promissores das últimas décadas e sem dúvidas será de longe, o governador que mais trará investimentos para o estado. O governador iniciou um caminho sem volta que foi “abrir” o Maranhão – nenhum governador na história do Brasil conseguiu os feitos que estão se concretizando.

Num curto espaço de tempo, o Maranhão deverá ser o maior produtor de energia verde do planeta e por meio da ZPE Bacabeira abastecer o mundo inteiro com exportações lucrativas, a princípio com geração de energia fotovoltaica e eólica, para transformar no combustível do futuro (presente), o Hidrogênio Verde – que o mundo inteiro clama e o nordeste brasileiro será o maior exportador do mundo.

Portanto, Brandão acertou a veia do “Businnes mundial”, a ZPE Bacabeira já é uma realidade e investidores do mundo inteiro devem pousar no Maranhão para apresentar propostas para se instalar na Zona de Processamento de Exportação – Bacabeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Arquivos