Flávio Dino vai se igualando a José Sarney

Tudo que vem acontecendo no Maranhão é “culpa” de Flávio Dino 

Certa vez, o ex-presidente JOSÉ SARNEY DE ARAÚJO COSTA, então presidente do Senado Federal esbravejou e talvez como nunca, num temperamento ácido deu a seguinte declaração: “Eu sou culpado por tudo que acontece no Maranhão. Não comando o estado há mais de 40 anos. Desde 1978 não disputo uma eleição no Estado. Dez governadores me sucederam nesses tantos anos. Não mandei em nenhum deles”, afirmou Sarney.

José Sarney de Araújo Costa é alvejado há anos como um dos responsáveis pelos inúmeros indicadores sociais desfavoráveis ao Maranhão – sendo o mais famoso deles o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Sobre o assunto, José Sarney sempre respondia, sou eu o responsável pelo IDH há 50 anos????, quando ele foi criado há apenas 10 anos. Assim, eu há 50 anos já sabia que ia ser criado esse índice e comecei a persegui-lo para que o Maranhão fosse o pior dele. É séria essa gente?”

Durante a disputa ao governo do Maranhão, em 2014, em que o então candidato Flávio Dino (PSB) aparecia na frente, e viria a ser eleito naquele ano, uma declaração de José Sarney era que:

“Coitado do nosso estado, é difamado, insultado, vilipendiado e manchado no seu conceito. O que para nós era e é motivo de orgulho, tornou-se vilipêndio”, escreveu, em relação ao candidato que só falava mal do Sarney e a ele atribuía tudo de ruim.

Na época da eleição, no Maranhão, em 2014, último ano de Roseana Sarney sobre o comando do estado, José Sarney fez a seguinte declaração em relação à frente ampla criada por Flávio Dino para vencer as eleições: A frente que ele chamava de “Boca do Inferno”

Pois bem, passados os anos e as frases de José Sarney, FLÁVIO DINO DE CASTRO COSTA (não ele não é parente de Sarney, apesar de ser Costa, também), não comanda mais o estado do Maranhão e eis que as mesmas conspirações, fatos, factoides e declarações vão ocorrendo, só que agora imputam a culpa toda ao ex-governador – tem sido assim, desde que ele assumiu o Ministério da Justiça e Segurança Pública, no Governo Lula.

De lá pra cá, operação contra vereadores da Capital, São Luís, operação da Polícia Federal que atingiu o esposo da presidenta da Assembleia Legislativa do Maranhão, Iracema Vale, ações contra prefeitos e aliados próximos ao governador Carlos Brandão, o último caso foi do próprio sobrinho do governador, e conselheiro do TCE, Daniel Brandão, e o mais recente mesmo foi a matéria do Site Metrópoles, acusando o governador Brandão por prática de nepotismo.  Absolutamente ou Absurdamente, tudo isso é colocado na conta de Flávio Dino.

Em tão pouco tempo fora do Maranhão (10 meses), o ex-governador Flávio Dino vai se igualando a José Sarney e vai se tornando um “mito”, tal como foi o ex-presidente da República, o nosso mais notável político da história do estado. Tudo que vem acontecendo na política do Maranhão, seja para o mal ou para o bem, aliados e adversários atribuem a feitos de Dino.

EM TEMPO: pelo menos neste quesito, o ex-governador Flávio Dino já se igualou a José Sarney – ser amado e odiado, em equilíbrio, na política, não é tão ruim;

E MAIS: é cada coisa absurda que se ouve e escuta sobre Flávio Dino, que tem gente sonhando, outros tendo pesadelos, com o atual Ministro da Justiça.

PRA FECHAR: e assim a história política a política iconoclasta vai se remodelando e mudando de imagens… 

F.U.I: vai chegar um dia, em que Flávio vai se ver em Sarney e sentir na pele como a política iconoclasta é muito nociva. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos