Empresa que gerencia Porto do Itaqui alugou aeronave com valor superfaturado

Gilberto Lins e Antônio Romeiro assinaram contrato com Dispensa de Licitação pelo valor global de quase R$ 8 Milhões

A Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP, assinou um contrato com DISPENSA DE LICITAÇÃO, com Antônio Romeiro de Sousa, responsável pela empresa, EMAR TÁXI AÉREO, com vigência de 21 de julho de 2023 a 17 de janeiro de 2024 (Seis Meses), pelo preço de R$ 7.710.000,00 (Sete Milhões, Setecentos e Dez Mil Reais).

O preço do contrato é por exemplo, 10 (Dez) vezes maior do que um contratado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas – TREAM, que num contrato com a mesma empresa e por um período de tempo maior (12) meses, desembolsou R$ 738.414,36 (Setecentos e Trinta e Oito Mil Reais).

Dos sócios-proprietários da EMAR (mas é assunto para novas postagens)

Veja abaixo, o Contrato assinado pelo presidente da EMAP, Gilberto Lins e Antônio Romeiro, obtido com exclusividade, pelo Site Observatório da Blogosfera.

Em tempo: esbanjando recursos em aluguel de aeronaves, a EMAP tenta conseguir linha de financiamento;

E mais: recentemente lançado pelo governador Carlos Brandão, o Programa “Maranhão de Oportunidades”, tenta conseguir uma linha de crédito de R$ 1,2 Bilhão.

Pra fechar: o governador trouxe, na semana passada, o presidente do Banco do Nordeste e apresentou a proposta do empréstimo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos