Brasil ultrapassa EUA e se consolida como maior exportador de alimentos do Planeta

Faturamento total da indústria de alimentos e bebidas industrializados alcançou a marca de R$ 1,16 trilhão, representando um crescimento de 7,2% em relação ao ano anterior (2022)

O Brasil alcançou uma posição de destaque no cenário mundial ao se tornar o maior exportador de alimentos industrializados, conforme revela a Abia (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos). A entidade anunciou que o país registrou um aumento significativo de 11,4% nas exportações desses produtos, atingindo 190 países.

De acordo com dados fornecidos pela associação, o faturamento total da indústria de alimentos e bebidas industrializados alcançou a marca de R$ 1,16 trilhão, representando um crescimento de 7,2% em relação ao ano anterior (2022). Desse montante, aproximadamente R$ 310 Bilhões foram provenientes das exportações, o que corresponde a um aumento de 5,2% em comparação com o mesmo ano.

O presidente da ABIA, João Dornellas, enfatizou que 73% da produção é consumida internamente, enquanto 23% é destinada à exportação. Os principais destinos desses alimentos industrializados incluem a Ásia (43%), países árabes (16,4%) e a União Europeia (14,6%).

Entre os produtos brasileiros mais demandados estão o suco de laranja, açúcar, carnes bovina e de aves, café solúvel e óleo de soja. Dornellas expressou otimismo em relação ao crescimento contínuo das exportações, mesmo diante das incertezas climáticas que podem impactar a produção.

Dornellas destacou ainda o papel crucial da indústria de alimentos no controle da inflação, contribuindo para tornar os alimentos mais acessíveis aos brasileiros. Ele ressaltou que a processamento dos alimentos oferece maior segurança, durabilidade e estabilidade de preços em comparação com produtos in natura.

Segundo ele, apesar dos desafios climáticos que podem afetar a produção, a indústria está confiante em manter sua posição de destaque no mercado global, prevendo um crescimento de 2,5% nas vendas para o próximo ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos