Hapvida na mira da justiça

Hapvida vem descumprindo decisões judiciais, diz Ministério Público 

Gtupo Hapvida está sendo investigado pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP), por suposto descumprimento de decisões judiciais que determinavam o fornecimento de medicamentos e tratamentos a clientes. Ações do grupo despencaram na Bolsa de Valores de São Paulo, nesta segunda-feira (22).

Um inquérito instaurado no último  dia 12 de janeiro, pela Promotoria do Consumidor, clientes da Hapvida afirmam que a empresa vem descumprindo, reiteradamente, decisões da Justiça. São pelo menos 80 processos recentes nos quais a companhia teria descumprido determinações judiciais.

No ano passado, o MPSP instaurou um procedimento preparatório do inquérito e notificou a Hapvida para que ela se manifestasse sobre o suposto descumprimento. A empresa não respondeu.

Lucros

No terceiro trimestre do ano passado (2023), a Hapvida teve um lucro líquido de R$ 261 Milhões. O desempenho no período entre julho e setembro de 2023, correspondeu a uma queda de 61,5% em relação ao lucro obtido no terceiro trimestre de 2022.

A empresa do setor de saúde fechou o terceiro trimestre com 15.848 beneficiários. O valor do tíquete médio foi de R$ 251,80 (alta de 11,8%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Arquivos