Arrecadação: Governo do Maranhão está na UTI

Carlos Brandão (PSB) recebeu um estado com as contas zeradas, sem arrecadação e sem perspectivas de arrecadação em curto prazo 

O site Observatório vem realizando levantamentos da situação fiscal relacionada à arrecadação do estado do Maranhão – os dados obtidos apontam para um estado quebrado e sem perspectivas de arrecadação em curto e médio prazo.

O levantamento aponta que no mesmo período, setembro de 2022, que o Governo do Maranhão arrecadou R$ 660.909.632,87 (Seiscentos e Sessenta Milhões, Novecentos e Nove Mil Reais), neste ano de 2023, o fisco estadual só conseguiu arrecadar R$ 298.887.378,67 (Duzentos e Noventa e Oito Milhões, Oitocentos e Oitenta e Sete Mil Reais), ou seja, muito menos da metade.

Em 18 dias do mês de Setembro de 2022, o Governo do Maranhão já havia arrecadado mais de R$ 660 MILHÕES

A situação financeira em que o governador Carlos Brandão (PSB), recebeu o estado assusta e o fantasma de atrasos nos pagamentos de fornecedores está deixando muita gente preocupada.

Nos bastidores já há membros do governo que veem como possível, o atraso de salários, até mesmo dos servidores efetivos, uma vez que os servidores contratados e terceirizados já estão com meses em atrasos.

Em 18 dias do mês de Setembro de 2023, o Governo do Maranhão ainda não conseguiu arrecadar R$ 300 MILHÕES

Salvação da lavoura

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou que o Governo Federal trabalhe junto ao Congresso duas medidas de auxílio direto a estados e municípios: uma compensação de R$ 10 Bilhões do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) referente às perdas causadas por medidas adotadas pelo governo Bolsonaro e uma compensação da queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de julho, agosto e setembro, de cerca de R$ 2,3 bilhões. Com este aporte, pode ser também que o Governo do Maranhão consiga respirar até o mês de Dezembro.

Em tempo: o governador Carlos Brandão assumiu o estado no pior tempo possível, com uma queda da arrecadação de ICMS e sem perspectivas de aumento na arrecadação;

E mais: por incrível que pareça, o fisco estadual conseguiu atingir a marca de R$ 1 Bilhão em arrecadação de tributos, somente nos meses de Junho, Julho e Agosto, justamente durante o período do Maior São João do Mundo;

Pra fechar: este mês de setembro – um freio brusco trancou a arrecadação do estado. 

F.U.I: salve-se quem puder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Arquivos